terça-feira, 29 de setembro de 2009

Para ela não existe mais sonhos

Sonhos são faiscas....
não duram quase nada.
(Pelo menos para ela)

Um certo dia depois de muito trabalhar e se convencer de que não mais seria feliz, ela deixou de lado sua falta de tempo, e foi caminhar, durante seus passos foi se sentindo mal por não mais acreditar em si mesma, ela se sentia mal em saber que havia sido criada de uma forma tão sublime e especial, que era covardia dela se sentir impotente diante das adversidades do mundo... Foi seguindo sua caminhada e ao respirar fundo, percebeu que o ar que entrava em seu pulmão e regava sua vida, lhe passava uma força incrível e ela deveria começar a agradecer mais sua existência. De toda forma, a cada passo que dava ela se sentia menor e mais fraca, sem saber para onde ir ou que caminho seguir, sabia da sua fraqueza e temia por não saber lidar com sua dor, havia desistido de seus sonhos e sem eles para impulsionar em sua caminha estava complicado seguir em frente, com os olhos vermelhos e cabeça doendo de tanto chorar, sentou em um banco onde conseguia ver toda a lagoa e a beleza escondida na dança dos patos e das crianças correndo em volta. Sentiu seu coração apertar e pensou em como seria?O que seria? Sonhos desfeitos não merecem revisão... Sonhos desfeitos não voltam para serem remendados, sonhos quando se vão, não voltam para contar histórias e o que não volta jamais, não merece ser revisto, nem chorado...
O que não volta não tem jeito e nada muda...
Sonhos desfeitos estragam a magia da vida, corroem o coração e tira o brilho dos olhos. Olhos sem brilho desfiguram a imagem, apaga as vontades...
Um ex-sonhador, não se permite mais sonhar, tem medo da realidade e vive na angustia de nunca conseguir.
A felicidade de um sonhador é poder ver seu sonho tornar-se real, a mágica da vida está em poder sonhar...
Ela sabia desde o começo de que não conseguiria sem seus sonhos...
Levantou, pegou sua chave e correu o caminho de volta...
Voltou para sua vida corrida e sem tempo para pensar, nem chorar e menos ainda sonhar!
Natasha Dias

4 comentários:

  1. Que lindo Natasha...será que eu sou assi? Só tenho sonhos profissionais, e de viajar. nem comprar carro ou casa de 1 milhão eu quero. Eu só quero fazer algo no qual fique meu nome, que pessoas de gerações futuras leiam, e naturalmente, não posso passar nesta forma, antes de ser pó, enquanto tenho olhos, e não ver tudo que meu planeta tem. Em culturas, lugares , pessoas.
    Mas não sonho o sonho comum..amor, paixão...isso me torna uma desiludida?

    bjão

    ResponderExcluir
  2. ai amiga, que lindo...
    amei essa parte: "a cada passo que dava ela se sentia menor e mais fraca, sem saber para onde ir ou que caminho seguir, sabia da sua fraqueza e temia por não saber lidar com sua dor, havia desistido de seus sonhos e sem eles para impulsionar em sua caminha estava complicado seguir em frente" . Puxa vida, muito lindo, até me identifiquei com esse trecho, me vi... me emocionei... pra variar né amiga!
    De onde vem tantas palavras lindas, tanta emoção? Vem do seu coração? Vc cria ou vc sente tudo isso?
    É muito lindo, parabéns!!
    Beijos

    ResponderExcluir

É muito bom ter você aqui!