quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Entende isso ...



Você se engana ao achar que eu vou te amar pra sempre. Ao achar que te amarei todos os anos, meses, semanas, dias, horas, minutos e segundos, até centésimos ou milésimos de segundos. E ao achar que eu vou te amar infinitamente, incontrolavelmente, irrevogavelmente, eternamente, inesgotavelmente, e todas essas outras coisas bonitinhas que você queira imaginar, sabe? Não acho que eu consiga te amar dessa maneira, não acho nem que você aguentaria esse amor. Não estou te chamando de fraco, idiota ou outras ofensas; só estou dizendo que você não aguentaria. Não aguenta mais ninguém, não consegue mais suportar alguém, não consegue cuidar de pessoa nenhuma. Mal consegue cuidar de você mesmo, quem dirá de mim. Cuidar de alguém como eu, que precisa de mais cuidados que qualquer um, que precisa ser amada mais profundamente. Que precisa amar mais profundamente. Você está errado sobre o meu amor por ti, você se engana ao achar que eu vou te amar pra sempre. Ao achar que te amarei todos os anos, meses, semanas, dias, horas, minutos e segundos, até centésimos ou milésimos  dos mesmos. E ao achar que eu vou te amar infinitamente, incontrolavelmente, irrevogavelmente, eternamente, inesgotavelmente, e todas essas outras coisas bonitinhas que você queira imaginar. É que eu vou te amar muito além disso.

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Doce garota...

 

Doce garota, nem todos os momentos são doces...
A vida, como as pessoas são imprevisíveis...
A cada dia temos uma nova adaptação, novas escolhas, novas direções...
É preciso ser verdadeiro e ir fundo nas emoções.
Machuquei-me? O tempo ajuda na cicatrização
Decepcionei-me? Deus nos ajuda na superação.
As pessoas, muitas vezes nos agride como retrato de suas emoções e transfere para nós suas frustrações.
Dói, pois quando amamos alguém esperamos sempre o melhor, o amor, a bondade, a verdade e a lealdade. Mas, nem sempre isso ocorre, somos todos diferentes. Damos o que temos e nós temos amor e perdão para aqueles que nos trataram com ingratidão.
Sorria, mesmo magoada que assim alegra seu coração e as pessoas que fazem parte de sua vida por opção.

Pois é... me  decepcionei , acho que dessa vez foi comigo mesma, algumas coisas não merecem segundas chances e ainda insistimos.Porque? Para chegar a esse ponto de dizer que dessa vez me decepcionei comigo por ter acreditado mais uma vez ...
Amigos falsos...

Amor vago... 
Pessoas mediocres e sem carater... 
Cansada de acreditar, cansada de esperar, estou cansada de tudo isso! 
Na verdade não é que estou cansada eu estou DECEPCIONADA e a partir de agora vai ser assim, sigo sem confiar, tolero por precisar, mas não ouse cruzar meu caminho, eu sou um doce mas não coloquem uma colher suja no pote ...azedo rápido!!!!!!!



sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Estão por ai...


ELE anda cansado das baladas e dos casos furtivos sem sentimentos. Aprendeu a gostar da própria companhia, sem precisar estar em uma turma de amigos todos os sábados. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno, mas que traga um sabor doce às suas manhãs, que seja a melhor companhia para olhar a lua. Que ele possa exibir os seus dons na cozinha e o seu conhecimento em vinhos, só para ela.
Quer uma mulher que ele reconheça pelo cheiro dos cabelos, pelo toque dos dedos, pela gargalhada que vai ecoar pela casa transformando um domingo sem graça, no melhor dia da semana. Quer viver uma paixão tranqüila e turbulenta de desejos… quer ter para quem voltar depois de estar com os amigos, sem precisar ficar “caçando” companhias vazias e encontros efêmeros. Quer deitar no tapete da sala e ficar observando enquanto ela, de short jeans, camiseta e um rabo de cavalo, lê um livro no sofá, quer deitar na cama desejando que ela saia do banho com uma lingerie de tirar o fôlego.
Quer brincar de guerra de travesseiros, até que o perdedor vá até a cozinha pegar água. Quer o poder que nenhum dos seus super heróis da infância tiveram… o poder de amar sem medo, sem perigo e sem ir embora no dia seguinte.
Quer provar que pode fazer essa mulher feliz!

ELA quase deixou de acreditar que seria possível ter vontade de se envolver novamente. Foram tantas dores, finais, recomeços e frustrações que pensou em seguir sozinha para não mais se machucar. Então percebeu que a vida de solteira já não está fazendo tanto sentido. Decidiu que quer um amor verdadeiro… que pode nem ser eterno, mas que possa acordá-la com um abraço que fará o seu dia feliz, quer um homem que ela possa cuidar e amar sem receios de que está sendo enganada. Quer a alegria dos finais de semana juntinhos, as expectativas dos planos construídos, o grito de “gol” estremecendo a casa quando o time dele estiver ganhando… a cumplicidade em dividir os segredos.

Quer observá-lo sem camisa, lendo o jornal na varanda… quer reclamar da bagunça no banheiro, rindo e gritando quando ele revidar puxando-a para o chuveiro, completamente vestida.
Quer a certeza de abrir a porta de casa e saber que mesmo ele não estando, chegará a qualquer momento trazendo o brigadeiro da doceria que ela gosta tanto. Quer beijar, cheirar, morder, beliscar e apertar para ter certeza que a felicidade está ali mesmo… materializada nele.
Quer provar que pode fazer esse homem feliz!

ELES estão por aí… sonhando um com o outro… talvez ainda nem se conheçam… mas é só uma questão de tempo, até o destino unir essas vidas que se complementam e estão ávidas para amar e fazer o outro feliz.

Ou alguém duvida que o universo traz aquilo que desejamos?

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Você se foi...



Não...Nos seus olhos não possui o mesmo brilho, nem pureza nos seus sentimentos, há tempos perdera o encanto de se saber viver sentimentos puros, não sabe o que a felicidade representa, jamais saberá, menos ainda estás possibilitado a fazer alguém feliz, nos olhos dela também não há brilho... Não existe amor, pois amor não vem atrás de desarranjos e dor...
Seu sorriso amarelo, de quem voltou com vícios que antes esquecera...
Seu semblante cansado, maltratado de quem ainda busca o que jamais poderá ter... 
Perdoa-me, não consigo vê-los felizes, embora desejasse do fundo do meu coração que estivessem, mas não, sei que não, não por pretensão, apenas por observação.
A felicidade exige mais que sorrir para a câmera, ela exige sorrir com a alma, com os olhos...
Não és capaz e não será...
Seu brilho se foi naquela noite...
Naquele dezembro...
 Com aquela que deixaste ir...
Que mandaste embora...
Jamais saberá o que a realização de seus caprichos representou na vida dela, talvez isso nem lhe importe, é não importa, alias nem a ela isso importa mais...
Ela ainda  lembra, mas sabe seguir o curso da vida, sabe desapegar-se para dar lugar a novas histórias, ela ainda lembra, claro que lembra, porque machucou demais, o corte foi fundo, um daqueles ferimentos que deixam cicatrizes e que doem ainda...
Mas ela, hoje mulher, sabe olhar para frente, sabe sorrir, aliás, ela está reaprendendo a sorrir e acredite, ela esta aprendendo a sorrir de verdade...
Estão envolvendo- a com a forma mais doce que existe e estão devolvendo a ela o brilho nos olhos que você levou...

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Alguém como você

Eu ouvi dizer que você está estabilizado
Que você encontrou uma garota e está casado agora
Eu ouvi dizer que os seus sonhos se realizaram
Acho que ela lhe deu coisas que eu não dei

Velho amigo, por que você está tão tímido?
Não é do seu feitio se refrear ou se esconder da luz

Eu odeio aparecer do nada sem ser convidada

Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar

Eu tinha esperança de que você veria meu rosto
E que você se lembraria

De que pra mim não acabou

Deixe para lá, eu vou achar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para vocês dois

Não se esqueça de mim, eu imploro

Vou lembrar de você dizer:

"Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere"

Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere, é
Você saberia como o tempo voa
Ontem foi o momento de nossas vidas
 

Nós nascemos e fomos criados numa neblina de verão
Unidos pela surpresa dos nossos dias de glória

Eu odeio aparecer do nada sem ser convidada
Mas eu não pude ficar longe, não consegui evitar
 

 Eu esperava que você veria meu rosto
E que você se lembraria

De que pra mim não acabou

Deixe para lá, eu vou achar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para vocês dois

Não se esqueça de mim, eu imploro

Vou lembrar de você dizer:

"Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere"

Nada se compara, nenhuma preocupação ou cuidado
Arrependimentos e erros, são feitos de memórias

Quem poderia ter adivinhado o gosto amargo

Que isso teria?

Deixe para lá, eu vou achar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para você

Não se esqueça de mim, eu imploro

Vou lembrar de você dizer:

"Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere"

Deixe para lá, eu vou achar alguém como você
Não desejo nada além do melhor para vocês dois

Não se esqueça de mim, eu imploro

Vou lembrar de você dizer:

"Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere"

Às vezes o amor dura, mas, às vezes, fere,é

(Tradução - Someone Like you - Adele)

Inspira-me ...



Fiz um desabafo no meu outro blog http://natashadias.blogspot.com/... Como é difícil ser feliz por completo  não é??
Por exemplo: Eu hoje estou extremamente feliz, porém sou o tipo de pessoa que preciso de um pouquinho de melancolia  para me inspirar, sinto falta das minhas madrugadas em claro e dos meus textos sempre prontos a ajudar alguém que se encontra em uma situação semelhante ou pior que a minha, porque, acreditem pensamos sempre que o estamos vivendo a pior coisa do mundo, quando na verdade não chega nem perto da dor de tanta gente que existe mundo a fora, é como diz Caetano " Cada um sabe a dor e delícia de ser o que é "  e  eu aprendi isso aqui, nesse mundo virtual que sempre me fez tão bem...
Já abri mão de muita coisa para seguir escrevendo, já fui mal interpretada por pessoas que amava e elas  se afastaram de mim, já estive tão só a ponto de apenas ter meus pensamentos e meu mundo virtual... Enfim já enlouqueci e fiz tantas loucuras, mas permaneci aqui... sinto falta do que esteve comigo durante tantos anos, não consigo simplesmente ignora-los e fim, ter uma vida feliz mas sem inspiração para escrever...
Como me disseram ontem, também creio que novas fontes de inspiração virão e em breve tudo volta ao normal, mas ando com minhas idéias tão bagunçadas que confesso estar com dificuldades de organiza-las de modo a tocar os leitores que me acompanham e que detesto desagradar ...
Mas é assim, vou seguir aqui, acompanhando meus queridos e rezando para ser inspirada em breve!! =D
Beijos e uma ótima sexta feira a todos vocês!!!

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Acontece .. Fazer o que?


Acontece tipo assim: Lembro do seu rosto, do seu abraço, do seu cheiro, do seu olhar, do seu beijo e começo a sorrir, é assim mesmo, automático, como se tivesse uma parte do meu cérebro que me fizesse por um instante a pessoa mais feliz do mundo, mas que só você, de algum modo, fosse capaz de ativar. Eu sei, é lindo. Mas logo em seguida, quando penso em quão longe você está sinto-me despedaçar por inteira. Sabe a sensação de arrancar um doce de uma criança?!!! Pois é, sou essa criança. E dói. Uma dor cujo único remédio é a sua presença. Então sigo assim, penso em você, sorrio, sofro e rezo, peço pra Deus cuidar da gente, amenizar essa dor e trazer logo a minha cura...