sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Procuro a solidão...

Procuro a Solidão
Como o ar procura o chão
Como a chuva só desmancha
pensamento sem razão
Procuro esconderijo
encontro um novo abrigo
como a arte do seu jeito
e tudo faz sentido
calma pra contar nos dedos
beijo pra ficar aqui
teto para desabar
você para construir


É e vamos seguindo.. sempre em frente meus queridos...
Passando para dizer a todos que estou melhor, a cada momento melhorando mais e mais ...
Obrigada a todos que me apoiaram e tentaram me animar...

4 comentários:

  1. Que bom amiga! Força!
    A vida é cheia de surpresas boas!! Sempre vale a pena continuar a batalha. Um dia estamos tristes, outro dia a vida nos dá tantos presentes lindos!
    Amiga, vc é muito querida, nunca se sinta sozinha, tem muita gente que se preocupa com vc, inclusive eu.
    Eu te adoro, pode contar comigo, pra sempre viu!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Um passo de cada vez...
    As vezes deixamos coisas nos viciarem.O amor por ex.Então so por hoje não vou amar,não vou sofrer,não vou chorar.E aí,a gente consegue.
    Devagar e sempre!

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Lindo...espero que esteja melhor, bjs

    ResponderExcluir
  4. NATASHA, que beleza de poema.

    Então, bola pra frente porque atrás vem gente, a fila anda, essas coisas.

    Certo NATASHA?

    Deixa eu lhe contar uma historinha?

    Um pescador acordava , todos os dias, antes do amanhecer e ia para a beira do rio.

    Enquanto o sol não chegava, ele para passar o tempo, ficava apanhando pedrinhas e jogando na água.

    En determinado momento, coincidiu dele estar com uma destas pedrinhas na mão e um raio de sol, inesperadamnte, incidir exatamente, sobre ela.

    Então,um imenso prisma de cores saiu da pedra e ele então, constatou que era um diamante.

    Na realidade , quantas pedras de diamantes nós jogamos fora, durante a escuridão?

    Um grande abraço carioca, e estou lhe esperando!

    ResponderExcluir

É muito bom ter você aqui!